terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Feliz Ano Novo!

Estou de volta e muito feliz por poder continuar nossa conversa aqui no blog! As férias foram ótimas, mas muito curtas. A chegada em casa tem gosto de "queria muito mais". Mas fazer o quê, né? Bola pra frente. O ano começou e há muito o que fazer, o que dizer, ler e aprender.

R e eu acabamos de comemorar 2 anos de veganismo e a sensação é fantástica, tanto a física quanto a de consciência limpa. Mesmo sabendo que esse mundo é cheio de violência contra os animais e que neste exato momento milhares deles estão sendo torturados e mortos, ainda assim é muito bom saber que eu me recuso e que nunca mais irei participar disso.

Se você é vegano, parabéns e obrigada! Lembre-se de que há muito o que fazer pra ajudar os animais desse mundo. Não pare por aí. Espalhe a informação que você puder ao maior número de pessoas possível, sempre com educação e de forma pacífica.

Se você ainda não é, comece já. Você pode decidir tornar-se vegano/a neste exato segundo. Não é preciso preparação nem transição. É mais fácil para o seu organismo do que você pensa. Se você quer começar uma transição, comece agora. Torne-se vegano 1 vez por semana, 1 vez por dia ou com a frequência que você puder. Seja vegano só em casa ou só quando comer fora. Só não se esqueça do seu objetivo final, que é o de ser vegano/a. Por favor, não pare no meio. Não ache que ser vegetariano é o suficiente. É, sim, excelente e infinitamente mais saudável do que ser onívoro. Mas milhares de animais continuam sendo torturados e mortos de forma cruel por seus ovos, leite, pele, lã... Isso só vai acabar se você fizer a sua parte e tornar-se vegano. Não se esqueça disso.

Feliz Ano Novo! E obrigada por tudo o que você faz pelos animais!

4 comentários:

Andrea Godoy disse...

Oi Andréa. Feliz ano Novo! Estou muito frustrada pois desed que te mandei aquele primeiro e-mail em agosto de 2009 dizendo que tinha me tornado vegan, eu parei e voltei mais de 3 vezes. Eu quero muito ser, mas acabo me boicotando. Vc sempre me inspira a voltar e sei que posso conseguir ( te escrever isso é uma forma de eu me conscientizar). Ser vegetariano não é suficiente, não é mesmo. Vc começar agora como vc disse, falta muito pouco para eu realmente ser. Obrigada por me ajudar com seus posts e fazer tanta gente ficar mais informado sobre esse assunto tão importante. Beijos Andrea Godoy

Andréa N. disse...

Andrea, obrigada por se abrir comigo e de forma publica, mostrando tambem aos outros a sua dificuldade e tentativas de conseguir seguir essa filosofia. Isso requer coragem e soh por isso eu ja tenho orgulho de voce. Continue tentando. Voce ja esta no caminho certo. Ja sabe o que precisa fazer. Devagarinho, no seu tempo, vc vai conseguir e tudo vai ficando mais facil, vc vai ver. Eu fico aqui na torcida por vc, e se eu puder ajudar me avise. Beijao!

Andrea disse...

OI Andréa, tudo bem?? Depois até senti uma certa vergonha de escrever aquilo, mas saiba que me fortaleceu, porque foi um desabafo mesmo, mas acho que as coisas acontecem na hora certa. Depois que te escrevi, ainda comi uma coisa com queijo, mas hoje de manhã estava passando um programa do Jamie Oliver chamado " A verdade da carne de porco" ou algo do gênero, eu assisti só uma parte, ele mostrava todo o processo do porco chegar ao prato, e cortaram o rabo dele na frente de um auditório com pena. Aquilo me deu uma dimensão maior do que é ser vegetariano e do que é ser vegano, e me fez ter certeza que agora irei coneguir, porque o que está em jogo não é o sabor ou prato que vou comer, não sou eu, nem minha vontade, é muito mais complexo e eu tenho o poder de escolher o que quero comer e o que quero comprar. Os livros na Ana Maria Curcelli estão me ajudando a passar por essa fase de transição. Beijos Andrea

Carmem L Vilanova disse...

Bemvinda de volta e com muita energia para comecar o novo ano... :o)
Beijos, flores e muitos sorrisos!

Posts similares

Related Posts with Thumbnails