quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Desafio vegano

E a doce Borboleta da Cozinha das Cores me indicou pra esse desafio. As regras seguem abaixo:

1. - linkar a pessoa que me indicou
2. - escrever as regras no meu blog
3. - contar 6 coisas aleatórias sobre mim
4. - indicar mais seis pessoas e colocar os links delas no fim do post
5. - transmitir o desafio aos escolhidos deixando um comentário no blog deles

Como este é um blog vegano, vou falar sobre 6 coisas relacionadas ao veganismo.
  • Eu quase não como doces ou sobremesas (acho que é porque quando eu era pequena, era viciada em balas e chicletes). Na rua ou em festas, não como doces que tenham sido preparados com açúcar branco (o processo de refinamento usa ingredientes animais). Hoje em dia, quando bate uma vontade de comer doce, ou eu compro um chocolate vegano meio-amargo que vende numa lojinha orgânica aqui perto, ou peço pro marido preparar um bolo de chocolate - que aqui em casa, dura na geladeira mais de uma semana.

  • O veganismo me deixou mais consciente e hoje eu penso muito mais no planeta e em como posso contribuir para a sua sustentabilidade. Por causa do veganismo, nós aqui em casa ficamos mais cuidadosos e tentamos reciclar ao máximo, produzir o mínimo lixo possível, desperdiçar ao mínimo... Viramos fãs das mercearias e feiras livres cujos alimentos são sempre frescos e produzidos pelos agricultores locais, e dos brechós.

  • Estou lendo um livro sensacional chamado "Vegan, The New Ethics of Eating", que conta em detalhes sobre o impacto negativo que a dieta onívora provoca na saúde das pessoas e no nosso planeta. E mostra a filosofia vegana pelo prisma ético - já que o veganismo é a ética na prática.

  • Está nevando lá fora enquanto eu escrevo estas linhas. Adoro a neve e o inverno é a minha estação favorita. Mas sempre que esfria e neva, eu fico pensando nos animais abandonados e no quanto eles devem estar sofrendo. Já que não temos espaço suficiente aqui em casa pra adotar mais bichinhos, nós fazemos a nossa parte contribuindo mensalmente com a ASPCA, uma organização que trabalha essencialmente resgatando animais abandonados. A quantia que podemos doar é pequena (e contribuímos com outras organizações também), mas se cada um fizer a sua parte...

  • Todos os meus casacos de inverno têm um broche do PETA contra o uso de peles. Não sei como é por aí onde você mora, mas aqui em Nova York, nessa época do ano - e inacreditavelmente nos dias de hoje - ainda vejo MUITA gente usando pele. Não entendo tamanha falta de gosto e de sensibilidade, e por isso não deixo de fazer meu protesto silencioso através dos broches.

  • Tenho três tatuagens relacionadas com o veganismo (5 ao todo). E ainda pretendo ter muitas mais! :) Uma eu já mostrei aqui. As outras duas são uma borboleta no alto das costas e uma joaninha na altura do ombro esquerdo.
Vou indicar quem quiser participar. Se você quiser responder a esse desafio, fique à vontade. Você pode usar a caixa de comentários ali embaixo ou o seu blog (se vc tem um, claro). E por favor me avise pra eu ir ler. Adoraria saber mais sobre você!

3 comentários:

borboleta africana disse...

Olá Andréa
Esta partilha é mesmo a sua cara..."Engagementtotal".
Fiquei curiosa com a questão do açúcar refinado a sua ligação com a exploração animal. Tem pachorra para linkar-me informação sobre esse assunto? (meu mail:isabelseabra@net.sapo.pt).

Ah...e eu sou da cozinha das cores...de flores fala o meu outro blog recente "as minhas mãos verdes"

bjs

Glauce Lucas disse...

Eu acho tão bizarro ainda usarem ingredientes animais no processo do refinamento do açúcar nos EUA... Nem no Brasil é assim há mais de 10 anos =/ E fiquei bem interessada no livro, vou ver se acho por aqui.

Andréa N. disse...

Isabel! (agora sei seu nome!), desculpe o escorregao. Ja consertei. :)

Glauce, tambem acho absurdo. Estou reunindo informacoes pra um post sobre isso e descobrindo cada barbaridade que ainda eh cometida...

Posts similares

Related Posts with Thumbnails