quarta-feira, 1 de abril de 2009

Panfletando pelos animais

Uma forma pacífica e muito eficiente de protesto é panfletar. Quando você distribui folhetos informativos - seja sobre a alimentação vegana e sua relação com a prevenção de doenças ou sobre as torturas que os animais criados para o abate sofrem... seja o que for - você está ajudando os animais de duas formas: alertando pra algum assunto específico e despertando o interesse de pessoas que podem vir a fazer uma grande diferença.

Já ouvi bastante gente por aqui dizer que virou vegetariano ou vegano depois que viu um video ou leu sobre algo que afeta os animais de forma violenta e que, claro, não é comentado na mídia. É aí que entra a importância da panfletagem. E sempre que eu faço, me sinto tão bem. Dá uma injeção de energia e você sabe que está ativamente contribuindo para um mundo mais compassivo. Além disso, acaba conhecendo pessoas interessantes e aprendendo coisas também. Sem contar que é mais uma maneira de fazer da sua voz a voz dos animais. Informação é a melhor arma contra a ignorância. Vamos disseminá-la ao máximo.

A princípio parece difícil, especialmente para os tímidos. Mas isso é ilusão. Bastam 2 minutos panfletando e você já pega o jeito; já sabe como sorrir, o que dizer, como se colocar. Claro que se der pra levar um/uns amigo/s fica mais divertido ainda, mas dá pra panfletar sozinho numa boa - num dia, horário e local que VOCÊ escolher de acordo com a SUA disponibilidade e onde você quiser ou puder: ponto de ônibus, shopping center, entrada/saída de metrô, parque, perto da sua rua...

Então, não hesite, não perca mais tempo - os animais precisam da sua ajuda AGORA. Mande brasa na panfletagem! Pegue folhetos em português, pra imprimir e distribuir, AQUI. E AQUI TAMBÉM!

Algumas dicas que eu vi no site Vegan Soapbox ajudam quem estiver começando no ativismo pelos animais. Eu recomendo muitíssimo:

1. Esteja de preferência bem-vestido. Um look básico é suficiente.
2. Enquanto distribui os panfletos, seja gentil e sorridente.
3. Se conversar com alguém, concentre-se no assunto sobre o qual está panfletando.
4. Ignore se alguém for mal-educado ou grosso com você.
5. Seja super educado e facilite pras pessoas pegarem os folhetos.

Aquela na foto lá em cima sou eu, faz umas 3 semanas, panfletando no Lower East Side sobre o foie gras e mostrando como esse prato envolve uma crueldade inimaginável com patos e gansos. Isso na calçada oposta a um restaurante que serve essa "delicada iguaria".

Leia mais aqui sobre panfletagem pelos animais (em inglês). E aqui sobre o foie gras (em português).

Go vegan!

2 comentários:

Fernanda - www.fernandafranca.com disse...

A minha parte eu acho que faço pelo meu trabalho. Esta semana estou escrevendo uma matéria para o jornal sobre vegetarianismo. Entrevistei um biólogo (impactos ambientais), uma nutricionista (benefícios da dieta) e uma vegetariana (que fala sobre os animais). Com a ajuda de uma superamiga vegetariana, consegui muita informação. A matéria sai em breve e se vc quiser, te mando depois escaneada para vc mostrar aqui, quer? Beijos, Fê.

Andréa N. disse...

Fe, eu quero!! Manda!

Posts similares

Related Posts with Thumbnails