terça-feira, 3 de março de 2009

O poder da couve crespa

A couve crespa é da mesma família que o brócoli, a couve-flor e a couve-de-Bruxelas e extremamente parecida geneticamente com a couve-manteiga. Aqui nos EUA chama-se "kale".

A couve crespa parece ser a mais nova vedete entre veganos e nutricionistas por aqui. Ela é considerada altamente nutritiva, com forte poder antioxidante e anti-inflamatório e tem aparecido bastante em revistas e blogs veggies.

E tem mais: alta concentração de beta caroteno, vitamina K, vitamina C e cálcio. Além disso, a couve crespa, assim como o brócoli, contém uma substância química (sulforaphane) famosa entre os homeopatas e naturalistas por ser super potente no combate ao câncer.

Dá pra prepará-la de várias maneiras, mas a mais simples é como a gente sempre faz aqui em casa. Depois de limpá-la, a gente corta em tiras ou em pedaços menores e salteia na frigideira com óleo de gergelim, alho ou cebola e um pouquinho de molho de soja tamari.

Dessa vez a gente adicionou à couve crespa, abobrinha (outro alimento riquíssimo e delicioso) e cogumelos. O tofu, depois de drenado, foi grelhado na própria frigideira de ferro onde a couve foi preparada e salpicado com um pouquinho de sal marinho e pimenta-do-reino.

Sabor, saúde e compaixão. Tudo isso no seu prato - não dá pra pedir mais, né?!

4 comentários:

Glauce Lucas disse...

Parece delicioso (adoro abobrinha também!). Vou ver se acho dessa couve aqui =D

Fernanda - www.fernandafranca.com disse...

Eu tava para te pedir há um tempo... explica um dia, passo a passo, como drenar o tofu? porque no dia em que fiz tofu mexido, gastei milhares de pedaços de papel toalha e fiz uma melequeira sem tamanho, rsrsrsrs será que fiz certo? Beijos.

Andréa N. disse...

Fe, eu já tive, mas não tenho mais paciência pra deixar o tofu drenando com um peso em cima, então o que eu faço é simplesmente enrolar o bloco (ou o pedaço que eu for usar) em três camadas de papel toalha e aperto bem, de todos os lados. E só. Agora, se você estiver com saco, o ideal é enrolar o tofu em papel toalha, colocar em cima de algo como uma tigela rasa e deixar com um peso em cima (um livro pesado em cima de um prato) pelo tempo que quiser, no máximo 1 hora, pra que o papel absorva bem ou a água escorra bem. É isso.

Mas olha só, não estressa tentando secar o mardito, hehe. Drenando um pouco (apertando bem com as mãos) já faz uma boa diferença e fica gostoso anyway. :P

Andréa N. disse...

Glauce, essa sua foto do perfil é uma graça!

Posts similares

Related Posts with Thumbnails