terça-feira, 21 de julho de 2009

Os incríveis - post excelente do Cleber

Matéria do Jornal Nacional de ontem celebra o experimento, feito por cientistas americanos, de implante de um chip no cérebro de macacos que conseguiram mover um braço robótico "com a força do pensamento".

Veja aqui a reportagem, cujo tom empolgado com o incrível avanço científico acompanhou a cena compartilhada por milhões de espectadores.

O macaco está imobilizado, sedento, confinado num ambiente artificial, condenado a estar vivo para viver uma vida que não lhe pertence. O macaco é capaz de pensar, e exatamente por essa razão é escolhido e forçado a uma experiência que pouco se importa com o que ele pensa disso. O turbante improvisado que lhe colocaram, para esconder o crânio aberto dos estômagos mais sensíveis, é a cereja do bolo da cena horrorosa.

E então celebramos, pois somos incríveis. Somos realmente incríveis.

Post original no blog Vê de Vegano

16 comentários:

It's Alright, Ma (I'm Only Cooking) disse...

extremamente terrível.
sem mais comentários.

mundoverdeblog disse...

Essa reflexão sobre o que fazemos com os animais é urgente e necessária...

Andréa N. disse...

Essa imagem me da pesadelos e me faz perder a fe na humanidade.

Franz SCCP disse...

"Palmas" para o ser humano, a espécie mais inteligente e avançada (sic) da Terra!

Gabriel Cadete disse...

vou colocar seu texto no meu blog, pode?

Andréa N. disse...

Gabriel, esse texto nao eh meu, eh do Cleber. Fique a vontade pra publicar o texto, mas por favor, de credito ao blog V de Vegano. Valeu!!

Gabi disse...

Eu não tenho fé na humanidade.
Desculpe, mas é isso.

Tipo-B disse...

Pessoal, vamos refletir um pouco mais? Esse macaco não passa dor, não é mal tratado e é tão confibado quanto um gato de apartamento. Animais de experimentação são muito bem tratados sim e há comites de ética para garantir isso. Sou muito grata a todos os animais que foram sacrificados para que hoje eu possa ter os tratamentos, remédis e todos os avanços que nã seriam possiveis artificialmente. Não se enganem, cientistas prezam sempre o principio dos 3 R's: reduce (reduzir), replace (substituit), refine (refinar). Infelizmente nem sempre é possivel substituir, mas sempre fazemos o máximo para reduzir e refinar os experimentos. Conheço pesquisadores envolvidos nesse tipo de trabalho, como o brasileiro Miguel Nicolelis e asseguro a vcs que existe sim uma relação de carinho entre as macacas e os cientistas. Então, por favor procurem conhecer um pouco mais esse mundo antes de criticar. Eu sei que muitos guardam imagens terriveis de videos da década de 20, mas asseguro-lhes que tudo mudou, exceto o fato de que animais ainda são fundamentais para o desenvolvimento de nossas ciencias e tecnologias médicas. Deixo meu contato a disposição: stjarna2005@gmail.com

Andréa N. disse...

Tipo-B (qualquer que seja o seu nome): você só pode estar brincando, né? "Esse macaco não passa dor, não é mal tratado e é tão confinado quanto um gato de apartamento."???? Olha bem pra essa foto e pensa no que vc disse. Quer mais fotos pra poder confirmar como eles são BEM tratados? Então tá. Dá uma olhada: http://www.pea.org.br/crueldade/testes/tfotos.htm

Agora que vc viu fotos cheias de carinho e uma relação amorosa que esses bichos sofrem por parte dos "cientistas", vamos refletir um pouco mais? Ótimo! Faz MUITO tempo que já não precisamos de animais em laboratório. Existe material sintético que simula tudo o que os seres-humanos precisam para fazer testes de remédios e cosméticos. Só que não é tão barato quanto comprar animais e trancá-los num laboratório.

Aqui tem mais pra você se informar direitinho (em inglês): http://www.peta.org/actioncenter/testing.asp

E aqui, em português:
http://www.pea.org.br/crueldade/testes/index.htm

Aqui, também: http://www.internichebrasil.org/

E aqui: http://loboreporter.blogspot.com/2009/04/semana-internacional-dos-animais-de.html

A minha parte preferida no seu discurso foi "existe sim uma relação de carinho entre as macacas e os cientistas". Desculpe, Tipo-B, mas qualquer que seja essa "relação de carinho", (medo), tenho certeza de que só os cientistas acham isso - com certeza NÃO as macacas.

Eva Gonçalves disse...

Parabéns pelo seu blog Andréa.
Embora reconheça que muitos avanços na medicina, de que todos usufruimos, não seriam possíveis sem o recurso a animais, quando vi há dias, a reportagem na TV, pensei que era uma crueldade, e a mesma atitude prepotente de que somos alguma espécie superior (?)com direitos sobre as outras, que existem única e exclusivamente para nossa recreação, alimento, ou exploração!E isso mesmo que escreveu... tenho a certeza absoluta que conseguiriam voluntários amputados para a mesma experiência ( e outras),se a legislação proibisse o uso de animais. Obrigada pelas receitas!

Alec Eiffel disse...

Andréa N. Eu sou vegano e concordo com o que falastes, mas sou obrigado a discordar que já existem alternativas para testar todos os tipos de drogas e etc.
Mesmo assim isto não torna os experimentos justificáveis já que o fato de a ciência atrelar-se a este método de experimentação animal acaba perpetuando este modelo e faz a ciência fechar os olhos. Agora com a crescente pressão sobre os testes em animais estão começando a surgir várias iniciativas neste sentido e que tenho certeza que darão frutos.

Mas não podemos utilizar de falácias tais como esta:
"Existe material sintético que simula tudo o que os seres-humanos precisam para fazer testes de remédios e cosméticos."

Andréa N. disse...

Alec, não é de agora que começam a surgir iniciativas. Já existem, mas não são divulgadas por causa de interesses de grandes indústrias. Não é falácia. Tem mais informação aqui: http://www.fbav.org.br/

Andréa N. disse...

Eva, obrigada!

Cleber disse...

Andréa, é um prazer e uma honra ser "publicado" aqui no brazil nut: muitíssimo obrigado!

Andréa N. disse...

Cleber- eu é que digo obrigada! Abraços solidários veganos!

Anônimo disse...

Sei que estou atrasada nos comentários e possivelmente nem lido será, porquanto, alegar que experimentos não causam dor, incômodo ou outra sensação nada confortável é balela. Queria ver essas mesmas pessoas andando com seringas penduradas ou hastes nos olhos sem sentirem-se incomodadas. Se sentimos dor e desconforto numa vacina, dirá num experimento!
Aceitar que esses procedimentos sejam permitidos é dar margem e razão a aceitarmos que toda a sorte de atrocidades fiquem por isso mesmo, tais como, cadeias que acomodem 15, terem 300, só porque todos ali cometeram delitos e prestam penas. Que crianças de periferia não precisem de escola e escolarização num nivel de excelência, só para sublinhar (pre)conceitos como: não vão aprender nada mesmo e isso aqui basta. Ou pior ainda, se aceitarmos atrocidades como a que Andrea colocou no post, periga também que devamos aceitar atrocidades e crimes nazistas, políticos e na Faixa de Gaza.
As pessoas podem ter opiniões diversas, além de salutar, move a mola do cérebro ao debate, contudo, os opinantes devem se imbuir de conhecimento para que um sim não derrube com consciencia planetária e sóciopolítica já vigente.

Posts similares

Related Posts with Thumbnails