terça-feira, 27 de outubro de 2009

Os cães podem ser veganos?

Não só podem como devem. Clementine é vegana e totalmente saudável e feliz. Eu, assim como muita gente, achava que a natureza do animal era ser carnívoro. Lenda. Como os veterinários bem sabem, os animais domésticos são onívoros e, como nós, vivem tranquilamente com uma dieta vegana.

A indústria de ração animal é uma das mais nojentas do mundo e eles têm carta branca pra utilizar ingredientes que não são próprios para consumo humano. São dejetos similares a certos ingredientes, que eles usam pra poder faturar em cima do que chamam de "ração de ótima qualidade". Esses dejetos incluem intestinos, cabeças e caudas de animais que possivelmente morreram de doenças como o câncer. Além disso, misturados nessa tal "comidinha" do seu amigo de quatro patas, você ainda encontra agentes antimiocrobiais, aditivos coloridos, condimentos, lubrificantes, derivados de petróleo, preservativos, estabilizantes, adoçantes, etc. - isso tudo dentro da categoria aceita como segura, tanto no Brasil como aqui nos EUA.

Algumas das grandes empresas que não estão nem aí pra saúde do seu companheiro peludo:

* A Nestlé comprou a Purina e formou a companhia: Nestlé Purina Petcare (Fancy Feast, Alpo, Friskies, Mighty Dog, Dog Chow, Cat Chow, Puppy Chow, Kitten Chow, Beneful, One, ProPlan, DeliCat, HiPro, Kit’n’Kaboodle, Tender Vittles, Purina Veterinary Diets).
* A Del Monte engoliu a Heinz (MeowMix, Gravy Train, Kibbles ’n Bits, Wagwells, 9Lives, Cycle, Skippy, Nature’s Recipe, e os biscoitos Milk Bone, Pup-Peroni, Snausages, Pounce).
* A MasterFoods é dona da marca Mars, Inc., que comprou a Royal Canin (Pedigree, Waltham’s, Cesar, Sheba, Temptations, Goodlife Recipe, Sensible Choice, Excel).

Outras marcas grandes de comida canina são mais famosas por produtos domésticos de higiene e limpeza e utilizam ingredientes de origem animal:

* A Procter and Gamble comprou a Iams (Iams, Eukanuba) em 1999. E logo depois passou a vender a Iams em lojas e supermercados, onde o produto fez sucesso.
* A Colgate-Palmolive comprou a Hill’s Science Diet (fundada em 1939) em 1976 (Hill’s Science Diet, Prescription Diets, Nature’s Best).

E eu nem mencionei os testes feitos em animais vivos. Sim, a indústria de pet food não só usa ingredientes animais como faz testes em animais vivos. Então, já que você prefere se abster de comer a carcaça de animais mortos, e prefere boicotar as empresas que fazem testes em animais - o que já se sabe ser totalmente desnecessário - por que então alimentar o seu melhor amigo exatamente com isso?

A nossa Clementine se alimenta de uma comidinha que nós mesmos preparamos semanalmente e distribuimos em potes que vão pra geladeira. Numa panela grande, vão: arroz (ou macarrão), cenoura em pedaços, ervilha, milho, semente de linhaça em pó, espinafre, levedura nutricional e tofu cortado em cubos. Dependendo da semana variamos os legumes/verduras. Às vezes acrescentamos quinoa. Cobrimos com água e aquecemos até ferver. Baixamos o fogo e deixamos cozinhar um tempão, até a água ser absorvida e tudo bem cozidinho. Clementine, como nós, toma suplemento de B12 vegetariano (só que o dela é próprio pra cachorros). :)

Se você não tem como preparar em casa a comidinha do cão, aqui tem dicas (em inglês) de como comprar pet food comercial.

E aqui, dicas de dietas. Converse também com um veterinário experiente. Ele vai poder dar as melhores dicas de alimentos e vitaminas específicos pro seu amigo peludo. A veterinária da Clementine aprova e parabeniza a gente sempre que a levamos lá. É importante conversar com um veterinário sobre a dieta do bichinho. Você sabia, por exemplo, que é mais difícil criar gatos veganos do que cães? Os gatos necessitam de alimentos com taurina, já que eles não sintetizam esse nutriente, como nós fazemos (e os cães também). A ausência de taurina na dieta felina causa, por exemplo, uma doença degenerativa na retina, levando à cegueira. Pássaros também têm essa mesma necessidade. Como guardião de um cão, gato, pássaro ou outro bicho, seja responsável, fique atento e pesquise por aí.

Pra saber mais sobre a indústria de pet food, leia aqui (em inglês). Achei também um blog totalmente dedicado ao assunto: o Eco Vegan Dog.

------

Via Born Free USA
Via Vegan Pet
Via www.VegePets.info
Via Eco Vegan Dog

Photos: Clementine sleeping and Clementine in Central Park.
Copyright © 2009 Andréa N. all rights reserved

16 comentários:

Carlota disse...

Eu n tenho o "problema" de alimentar a minha querida companheira animal, pq ela já é naturalmente vegana. A mafalda, minha linda coelhinha adora uma boa vegan food.
Eu pretendo adotar um amigo canino (um dia, qd a faculdade acabar) e com certeza vou fazer comida vegana em casa p ele!
Parabens pela iniciativa e otimo post!

Andréa N. disse...

Obrigada, Carlota. A Mafalda eh uma coisa muito fofa e querida. Adoro olhar pras fotos dela. :)

Marcia disse...

Déia, mas você acha que se ela sentir cheiro de carne ou ver ela vai comer ou não?

Já te falei que aqui em casa nós também cozinhamos para os cachorros todos os dias, sempre com arroz, cenoura, ou batata, ou brócolis, etc mas sempre coloco carne ou frango, porque já percebi que quando não vai um pedacinho de carne na comida, eles só reviram e acabam não comendo.

Mas também não tenho a menor dúvida de que esse tipo de alimentação é muito melhor para o cachorro e ao contrário do que pensei, o veterinário deles também aprova essa dieta :)

Aretha disse...

Oi ANdrea! Nossa, adorei esse post sobre comida vegana pros pets. Infelizmente os veterinários que eu conversei não aprovam muito essa dieta, e como eu não oq é que tem que suplementar no caso do cachorro, tô misturando um pouco de ração com comida, mas gostaria mesmo de dar alimentação 100% vegana. O caso dos gatos é mias complicado, pq além da Taurina, tem a tal da Vitamina A que eles precisam ingerir pré-sintetizada, daí sem a ajuda de um veterinário eu não arrisco mesmo!
vc conhece algum site em português sobre alimentação veg pra animais?
No livro "cozinhando sem crueldade" tem algumas receitas, mas nada informando sobre necessidades nutricionais...

ADORO ver fotos da Clementine! Ela parece uma cã super feliz e calminha! Todo mundo sempre fala que os pits são animais bravos e etc, mas eu sempre os achei muito dóceis! :D um dia quero adotar um, mas só qd eu tiver tempo pra fazer exercícios com ele...

=*

p.s.: vc coloca algum tipo de tempeiro na comida da Clementine?

Andréa N. disse...

Marcia: se a Tiny sente cheiro de qualquer coisa comestivel, na rua, ela tenta comer. Ela tem um apetite de leao, igualzinho a mae, hehe. Sera que se vc for diminuindo a carne na comida deles, devagarinho eles nao vao acostumando? Sei la, cao eh um bicho que acostuma com tudo, como nos.

Aretha- entra na comunidade "Veganismo" no orkut, e procura pelo topico "Alimentacao Caseira para caes". O pessoal deixou um monte de dicas interessantes ali.

E acho que se voce insistir por um suplemento vitaminico vegetariano pro seu cao, o veterinario vai prescrever. Aih, eh só fazer a comidinha vegana sem precisar incluir racao.

Na comida da Tiny nao vai tempero nenhum alem de Levedura Nutricional - que na verdade tem as 2 funcoes, a de suplementar B12 e tem um gostinho forte de queijo - apesar de nao ter nenhum ingrediente animal.

Andréa N. disse...

Aretha-- esqueci de dizer que a Tiny eh calminha porque se exercita bastante. Cao feliz eh cao cansado; que pula, brinca e gasta a energia. Pit bulls tem muita energia e se ficam presos o dia inteiro num quintal ou apartamento, como nao fica frustrados e bravos, neh? Aih acabam sempre culpando a raca, em vez de culpar um guardiao humano irresponsavel.

Fê França disse...

Adorei esse post. Sempre ótimo o blog. Beijos!

Carlota disse...

Andrea,

estou fazendo uma lista de comidas brasileiras veganas ou facilmente veganizaveis..já estou no 30 (acabei de publicar um post), se vc tiver sujestoes, seria bem legal..quero chegar no 100!
beijoos

yasmin marques, brasil disse...

olá andrea! fiquei com uma dúvida. sou vegana e procuro dar alimentação vegan também para os meus animaizinhos. porém um veterianario me disse que, os cachorros podem sim ter uma alimentação vegan, mas os gatos não pois precisam em seu organismo de tutano, e que é essencial pra eles isso! fiquei com duvida agora. sera que os gatunos tambem podem ser vegan? obrigado! ;DD

Andréa N. disse...

Fe, valeu!

Carlota, que loucura aquele se post! Fiquei com água na boca...

Yasmin, eu sei que dá pros gatos serem veganos, mas como eu disse no post, não sei como, já que não há gatos aqui em casa. Eu sei que dá porque conheço gente que tem. Deve haver um jeito de substituir tutano, etc. Vou perguntar por aí e assim que descobrir eu conto aqui. Enquanto isso, pesquise e pergunte. No orkut tem um monte de grupos onde dá pra tentar trocar uma idéia com quem é guardião de bichinhos veganos.

Beijos.

Nor disse...

Olá, Andréa. Sempre dou uma passada por aqui e leio alguns dos seus posts. E acho que até já peguei emprestado imagens ou indicações de textos para publicar no meu blog. E já fiz algumas receitas, tb. Mas estou escrevendo aqui é para falar da coincidência de seu post com um que escrevi "Os cães são naturalmente veganos?". Achei interessante. O título é quase o mesmo. Bom, no meu texto eu chego a outras conclusões, procurei analisar a questão sobre outro viés.
Você tem razão sobre a qualidade das rações caninas. Não devem ser nada boas. Valeu pelas dicas das receitas e blogs.
Abçs.

Andréa N. disse...

Valeu a visita, Nor. Muito interessante o seu post, tambem! Abraços.

Oksana disse...

Acho interessante que o pessoal onívoro acha um absurdo uma dieta vegana para cães, por acreditarem que vai "contra a natureza" do cão.
A verdade é que domesticar os cães há milhares de anos foi contra a natureza selvagem do animal. Veterinários afirmam que cachorros, originalmente, são carnívoros e não onívoros. Portanto, qualquer ração contraria sua natureza, uma vez que inclui cereais. Mesmo que se alimentasse um cão exclusivamente com pedaços de carne (o que é inadmissível para um vegano e muito caro para um onívoro), ainda assim estar-se-ia contrariando a natureza do cachorro, uma vez que, na natureza, os cães não se alimentariam de pedaços de animais previamente mortos (já que são cachorros e não abutres), e sim caçariam sua própria comida.
Diante desses fatos, os argumentos contra a dieta vegana caem por terra. Considerando que os animais já foram domesticados e não podemos simplesmente abandoná-los à própria sorte (imagine soltar um poodle em mata virgem e esperar que ele cace seu próprio alimento), entendo que o importante é oferecer uma alimentação rica em nutrientes, que possibilite o desenvolvimento pleno e a manutenção da boa saúde do nosso amigo cão. A Clementine é uma prova de que isso é perfeitamente possível com uma dieta vegana e suplemento de vitamina B12.
Parabéns pelo post!
By the way, conheci seu blog há pouco tempo e tenho adorado viajar pelos arquivos antigos. :)

Andréa N. disse...

Oksana, muito bem colocado. Obrigada por participar da conversa e esclarecer o assunto tao bem. E obrigada pelo carinho. Seja bem-vinda ao brazil nut!

Clau e Zé disse...

Ola!
Quem me deu a dica do teu blog foi a Alexandra, de Toronto.
Que bom q a achei!

Meu vira-lhasa, o Leopoldo, tem um problema serio de alergia. Eu, inocentemente, achando q fazia o melhor, o coloquei pra comer Dr. Hills e acho q ele ficou mais alergico ainda.
Achei numa loja aqui perto(to em Montreal) uma mistura mto bom, chamada Urban Wolf, toda vegetariana, mas incompleta. Dai tentei todas as carnes imaginaveis, sempre organicas, e o bichinho reagiu mal.
Enfim, agora vou tentar o vegetarianismo nele. Por sorte ele come de tudo, adora um pepino e uma couve flor, entre outros.
Vou tentar a tua receita do post.
Bjo!
Claudia

Andréa N. disse...

Claudia, bem-vinda! O Leopoldo tem a alma vegana, hehe, mande brasa na comidinha caseira pra ele. :) Espero que as alergias acabem de vez. Uma beijoca no narizinho dele. Beijo.

Posts similares

Related Posts with Thumbnails